Metade dos impostos do Brasil vem de São Paulo e Rio de Janeiro

Não é novidade que o brasileiro precisa pagar anualmente alguns valores obrigatórios com um fundamento específico. Estamos falando dos impostos anuais, destinados a um setor determinado e muito importante para a arrecadação de fundos para o Governo.

Em alguns estados, o percentual de arrecadação é mais significativo que em outros, como é o caso de São Paulo e Rio de Janeiro. Mas o que poderia justificar esses números?

Como mencionado, o brasileiro precisa cumprir anualmente com algumas contribuições. Estas, estão distribuídas de acordo com os setores em questão. Por exemplo, o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) é destinado a arrecadação a partir da posse de imóveis.

Enquanto isso, o Imposto de Renda (IR) é a contribuição obrigatória para determinados públicos que estão dentro dos requisitos relacionados. Esse valor é referente aos rendimentos tributáveis do contribuinte.

Precisamos falar ainda de um outro imposto muito importante para o Detran, órgão estadual responsável pelo regimento do trânsito, essa contribuição é chamada de Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores, no caso, o aguardado IPVA 2021.

Todas essas taxas mencionadas compõem a arrecadação anual de cada estado e para entender o porquê de São Paulo e Rio de Janeiro possuírem um percentual de contribuição superior, se comparado a outros estados, é necessário entender a cobrança de cada um deles.

Isto porque, existe uma variação muito grande na porcentagem aplicada para calcular quanto os cidadãos de cada estado precisam pagar. Quando falamos do IPTU, por exemplo, é necessário ter em mente que São Paulo e Rio representam um dos locais mais caros para se viver.

Um outro ponto, além do percentual aplicado, que levam São Paulo e Rio a representarem alguns dos metros quadrados mais caros do país, é preciso considerar o número populacional, afinal, esses são estados líderes nesse quesito.

Para o imposto destinado a quem possui um veículo, é interessante ressaltar que o percentual aplicado varia totalmente de um estado para outro. O IPVA SP 2021 e o IPVA RJ 2021 já representam alguns dos impostos mais caros.

De acordo com a tabela do IPVA, prevista para auxiliar os motoristas na hora de calcular valor do imposto, o percentual destinado para os proprietários de veículos dessas duas regiões é de 4% do valor total do veículo, o que acaba pesando no bolso do brasileiro e levando a arrecadação total para outro nível.

Por último, vale a pena ressaltar que, assim como o grande número populacional desses locais, o grande número de veículos circulando também influencia para justificar a contribuição total do IPVA.

Deixe uma resposta